As aventuras de uma família nômade

“Resiliência é aceitar a sua nova realidade, mesmo que ela seja pior do que a que você tinha antes. Você pode brigar com ela, você pode sair gritando coisas a respeito do que você perdeu, ou você pode aceitá-la e tentar fazer disso algo bom”. 

~Elizabeth Edwards

E lá vamos nós de novo. Após 9 meses morando em Londres, estamos, novamente, fazendo as malas.

Por questões profissionais do meu marido, daqui a pouco mais de um mês, estaremos nos mudando para Estocolmo, no coração da Escandinávia. Terra dos Vikings, do ABBA (não a terapia, o grupo musical), do Roxette, da Volvo, da Ericsson.


foto: http://bit.ly/1jJ6mLx


Hoje, quando paro para pensar, parece que o médico que diagnosticou o Theo em 2010 estava profetizando a nosso respeito. Ele disse que os melhores pais para uma criança autista seriam um casal de hippies…sem rotina, sem lugar definido, para forçá-lo a sair de sua zona de conforto e aprender. Não fazemos bem o perfil de hippies…mas a parte do “sem lugar definido” já está fazendo jus. Se tirar o Theo da zona de conforto vai ajudá-lo a se desenvolver, estamos no caminho certo!

Daí, muita gente já está pensando “mas vocês amam Londres! Theo está indo tão bem!”. Sim. Mas vocês leram a frase lá em cima sobre resiliência? É isso que estou tentando fazer: focar menos no que estou, teoricamente, perdendo, e focar mais no que estou ganhando.

A Suécia é um país lindo e moderno, conhecido por ter uma das melhores qualidades de vida do mundo.  Pelo que já me informei, a assistência que podemos ter para o Theo ultrapassa até mesmo o que temos aqui no Reino Unido.

Alguns fatos interessantes sobre a Suécia:

  1. 99% do lixo é reciclado. Isso mesmo que você leu. (!!!)

  2. Durante alguns dias do verão, as regiões mais ao norte não têm por do sol!

  3. É um dos países com maior equalidade de gêneros. Isso quer dizer que as políticas garantem que homens e mulheres tenham os mesmos direitos, oportunidades e obrigações em todas as áreas da vida;

  4. A licença maternidade, na Suécia, é de 480 dias. E esse tempo pode ser dividido entre o pai e a mãe. (!!!)

  5. A expectativa de vida para mulheres é de 83,5 anos e, para os homens, de 79,5.

  6. A taxa de homicídios com arma de fogo por 100 mil habitantes é de 0,41 (no Brasil, é de 18,1…).

  7. A Suécia foi o primeiro país do mundo a proibir castigos físicos para crianças…em 1979.

  8. O verão é uma coisa absurdamente celebrada por lá. Muita gente, inclusive, fecha os comércios e vai viajar. Dizem que o país para em julho. E tem uma celebração super tradicional no dia 21 de junho, dia do Solstício de Verão. Aqui tem um vídeo que mostra um pouco o que é:


Acho que tá bom, né?!

Então, o que tem de ruim nisso tudo? É um país mais frio (e mais escuro) durante o inverno, Theo vai mudar de escola (e está super adaptado nesta) e teremos que aprender uma nova língua: o sueco.

Sueco é algo assim…imagine que alguém pegou a língua alemã e piorou umas 10 vezes. É isso! Jag skriver en mening på svenska för att visa hur. Tradução: estou escrevendo uma frase em sueco pra vocês verem como é. OREMOS!

Resolvi compilar, aqui, as perguntas mais frequentes que as pessoas nos fazem quando contamos da mudança:

1) E O THEO??  Achamos que o Theo já consegue ser independente e se virar sozinho, então, vamos largar ele aqui em Londres. ÓBVIO QUE NÃO, né?! Theo vai junto!

2) E A LOLA?? Vocês já viram Lilo & Stitch? Tem uma frase muito legal lá: “Ohana significa FAMÍLIA. FAMÍLIA significa que ninguém é deixado pra trás”. Lola é OHANA. Ok??


Imagem: http://bit.ly/1ljtUeC


3) Como o Theo vai se virar com o novo idioma? Theo tem se virado bem com o inglês. Ele é inteligente e também vai se virar bem com o sueco. Leandro visitou uma escola lá e disse que eles usam muitos recursos visuais, como aqui (muito PECs). Isso dá pra entender em qualquer língua.

4) E a escola do Theo? Já temos uma escola candidata e com vaga. Falta achar uma casa lá por perto. E é nisso que estamos focando agora.

5) Como o Theo vai reagir a mais uma mudança? Vai haver turbulências, com certeza. Ele vai sentir a mudança. Mas Theo estará bem se nós estivermos bem. Estamos focando nisso e acreditando.

Brincadeiras a parte, o blog continua!!! Aqui ou em qualquer parte do mundo, desde que tenha internet, estaremos conectados!

Obrigada, mais uma vez, pela companhia constante de vocês!  

p.s: quem se interessar pode aprender mais sobre a Suécia clicando AQUI.

  1. Facebook

  2. Twitter

  3. E-mail

#mãeespecial #austimoinfantil #criançaautistaemudanças #andreawerner #transtornoglobaldodesenvolvimento #criançaautistaemestocolmo #autismo #criançaautista #brasileirosemestocolmo #oautismo #transtornodoespectroautista #transtornosdoespectroautista #autista #autistas

Quem somos

Missão e Valores
Seja uma embaixadora

Blog

Loja

Eventos

Política de privacidade
Imprensa

Contato

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube

Copyleft © 2020 Instituto Lagarta Vira Pupa.

 

O conteúdo deste site, exceto quando proveniente de outras fontes ou onde especificado o contrário, está licenciado sob a Creative Commons by-sa 3.0 BR.