10 coisas que sua esposa gostaria que você soubesse

shutterstock_311314691

Recebo muitos emails e mensagens semanalmente. Neles, as pessoas – mulheres, na maioria – abrem seu coração e falam da vida, do autismo e até do casamento.

Sabemos que a vida a dois já não é fácil em situações normais. Com uma situação extra de pressão, como o diagnóstico de um filho com autismo, se a fundação não estiver sólida, a coisa pode desmoronar. Vejam bem: não estou nem jamais irei colocar a culpa do fim de um casamento em uma criança autista! O que estou dizendo é que, se o casamento já não ia bem, qualquer situação de stress excessivo e que exacerbe os ânimos pode complicar ainda mais o cenário.

O fato é que homens e mulheres processam as emoções de formas diferentes. Como mulher, posso falar com um pouco mais de propriedade sobre como lidamos com essa montanha russa. O que eu tenho aprendido sobre a forma como os homens lidam com esse tipo de situação vem, basicamente, dos emails e mensagens que eu recebo. E, foi juntando um pouco de cada email que eu recebi, que resolvi fazer esta lista.

Se você é pai de uma criança com necessidades especiais, essas são as 10 coisas que a sua esposa ou companheira gostaria que você soubesse! Se você, pai, acha que nada disso tem a ver com o que se passa no seu casamento, apenas desconsidere. Lembre que estou usando como base os depoimentos que eu recebo, ok?! 🙂

1. Eu entendo que você tem mais dificuldades que eu para lidar com algumas situações específicas. E eu aprendi que não devo forçar uma mudança em você nesse sentido. Cada pessoa tem os seus limites. Se você não aguentar, pode deixar que eu aguento. Da mesma forma, espero poder contar com você nos meus momentos de fraqueza, por mais que pareça que eu sou forte 100% do tempo. Ninguém é forte 100% do tempo.

2. Nós 2 sofremos. Nós 2 tivemos que revisitar os sonhos ao passar pelo luto do filho idealizado. Eu saí do luto há algum tempo. Se você ainda não conseguiu sair, você precisa estender a mão e pedir por ajuda. Por nós e pelo nosso filho. Isso não é sinal de fraqueza. É sinal de que você quer estar bem pela sua família!

3. Entenda que muitas coisas que o nosso filho faz não são por mal. Eu sei que ele não ignora as suas ordens ou comandos porque é desobediente. Ele é autista! Nosso filho tem um sistema sensorial tão alterado que ele vai continuar fazendo sons irritantes, por mais que você o peça para parar, simplesmente porque o cérebro dele não o deixa parar. Sabe aquele impulso que é mais forte que você? É exatamente isso que acontece!

4. Ao mesmo tempo, preciso de você ao meu lado acreditando que as coisas vão melhorar. Não sofrendo, diariamente, pelo que o nosso filho não é, mas celebrando cada pequena conquista. Porque elas vêm! Podem não vir na velocidade que você espera, mas virão.

5. Nosso filho te ama. Quer te agradar. Te vê como um porto seguro. Seja esse porto seguro. Seja a pessoa que mais acredita nele no mundo! E ele vai corresponder à altura.

6. Por mais chateado ou estressado que esteja, nunca, jamais fale do nosso filho como se ele não estivesse ali. Principalmente se a mensagem é algo que possa machucar sua autoestima já tão prejudicada. Tente esquecer as frases “ele não pode” e “ele não consegue”, pelos menos na frente dele.

7. Algumas vezes, eu vou chorar. Quando não conseguir mais suportar alguma situação, quando a dor ficar forte ao ponto de transbordar, é pelas minhas lágrimas que você vai saber. Nessa hora, não espero um conselho, muito menos uma solução. Espero colo. Espero alguém que me diga que tudo vai ficar bem, mesmo sem ter essa certeza.

8. Nada disso foi sua culpa. NADA FOI SUA CULPA.

9. Se você não estiver bem o suficiente para falar comigo a respeito, pelo menos entenda a rede que formei ao meu redor para que eu possa trocar experiências e desabafar. Os grupos virtuais e os amigos na mesma situação são grande parte do alicerce que me ajuda a passar por tudo isso com mais leveza.

10. Sei que a nossa vida e o nosso casamento não tomaram o rumo que você esperava ou que você gostaria. Mas a vida não acabou! Ela só é diferente do que imaginávamos! E cabe a nós procurar a beleza em meio ao caos, porque ela está lá. A vida é como a imaginamos e a experimentamos. Há sempre uma luz no fim do túnel!  

(Os conteúdos produzidos por Andrea Werner e disponibilizados neste site são protegidos por copyright e não podem ser reproduzidos, total ou parcialmente, sem autorização expressa da autora, mesmo citando a fonte)

Foto: Shutterstock

  1. Facebook

  2. Twitter

  3. E-mail

#autismonãoverbal #autismoinfantil #criançascomautismo #paisdecriançasespeciais #austimoinfantil #mensagemparaospais #criançaespecial #andreawerner #sobreautismo #autismo #criançaautista #oautismo #transtornodoespectroautista #diagnósticoautismo #criançasautistas #oqueautismo #transtornosdoespectroautista #autista #autistas